5 coisas que você não sabia sobre My Hero Academia

 5 coisas que você não sabia sobre My Hero Academia

My Hero Academia conta a história da trajetória de Izuku Midoriya, que nasceu sem individualidade que, com os poderes herdados de All Might, busca alcançar seu sonho de ser o herói profissional número 1 e, talvez, o próximo Símbolo da Paz.


Você com certeza conhece toda a história até aqui, certo? No entanto, fique sabendo que há muitos outros pontos que ainda não te contaram. A história e criação de My Hero Academia vêm se mostrando muito interessantes e, por isso, há várias curiosidades a conhecer. Então, falaremos aqui sobre 5 coisas que você ainda não sabia sobre My Hero Academia. Confira!

5 / 5

Bakugo de um jeito que você nem imagina

(Imagem: Crunchyroll)

A individualidade de gravidade de Ochaco Uraraka diz muito sobre a personagem, visto que é definidora de Katsuki Bakugo é alguém de temperamento muito intenso, disso já sabemos. A individualidade reflete muito na personalidade ácida e explosiva do personagem, fazendo com que ele seja bem complicado, arrogante e, muitas vezes, cruel.

Entretanto, você sabia que a ideia inicial não era essa? Pois é, o personagem Katsuki Bakugo, quando criado pelo autor, foi imaginado como um jovem legal e bem intencionado, mas que acidentalmente disparava comentários ofensivos. Após pensar nisso, o autor logo mudou de ideia por achar que seria muito chato, e criou o personagem como conhecemos hoje. Bom, não podemos negar que o Bakugo atual tem muita personalidade!

4 / 5

Ochaco não seria a Uravity

(Imagem: Crunchyroll)

A individualidade de gravidade de Ochaco Uraraka diz muito sobre a personagem, visto que é definidora de características e da personalidade da jovem. No entanto, sabia que os poderes de Ochaco deveriam ser outros? Isso mesmo, a individualidade da personagem, na verdade, seria a da Mount Lady, com poderes que permitem ficar gigante. Além disso, Uraraka também teria o nome verdadeiro de Mount Lady e suas características físicas.


3 / 5

Bubble Girl e Centipeder foram criados por fãs

(Imagem: Crunchyroll)

Os assistentes de Sir Nighteye, Bubble Girl e Centipeder, não foram projetados pelo autor do mangá, Kōhei Horikoshi, mas por fãs vencedores de um concurso de fãs japoneses!

2 / 5

A aleatoriedade das individualidades

(Imagem: Crunchyroll)

As individualidades de My Hero Academia foram inspiradas em coisas aleatórias, segundo o autor. Dá pra perceber, não? Com muita criatividade envolvida, quando Horikoshi começou a criar o mangá, ele pensou em poderes que seriam úteis para o avanço da humanidade, mas depois foram dadas individualidades aleatórias para os personagens, chamando o autor esse aspecto de “momento lâmpada”. Além disso, o autor também citou uma das criações inusitadas, como o poder de Gran Torino, que surgiu com uma ideia durante o banho de Horikoshi. Haja criatividade!


1 / 5

Todos os nomes de personagens têm referências

(Imagem: Crunchyroll)

Você sabia que os nomes dados aos personagens em My Hero Academia possuem valor simbólico? Pois é, durante toda a criação, Horikoshi pensou em nomes que se ligam bastante com o personagem e a individualidade, como no caso de Bakugo e Shota Aizawa, sendo Bakugo algo ligado a “mestre das explosões” e Sho de Shota significando “apagar”, referenciando seus poderes.

E aí, o que achou das curiosidades? Deixe nos comentários!

Comentários

Assuntos Relacionados